Se o sinistro for da responsabilidade de terceiros, não há qualquer custo a ser liquidado, já que a reparação da viatura é da responsabilidade da Seguradora. No caso de ter responsabilidade pelo sinistro – ou responsabilidade conjunta – o cliente terá que acionar a franquia ou assumir os custos integrais da reparação. 

Não, já que a troca de pneus contratada é valida apenas para a substituição por motivos de desgaste. 

No manual de condutor entregue aquando da viatura, serão encontradas declarações amigáveis de acidente, que deverão estar sempre disponíveis na viatura para o caso de sinistro. 

Qualquer avaria ou irregularidade que se verifique com esta viatura deverá ser comunicada à KINTO, que se encarregará das diligências necessárias à sua normalização com a máxima brevidade.

 

Caso seja necessário qualquer tipo de apoio durante uma viagem, deverá contactar a Linha de Apoio ao Condutor – 220 102 210 – disponível 24h.

A KINTO disponibiliza uma rede de parceiros espalhada por todo o país. Depois do contacto através da linha de apoio ao condutor (220 102 210), será definida a oficina de reparação mais próxima e que contenha os requisitos necessários para a reparação da viatura.

A viatura ficou imobilizada

1. Telefone para a KINTO a solicitar reboque da viatura para oficina mais próxima;
2. Envie para a KINTO a declaração amigável de acidente preenchida e assinada: e-mail - operacoes@kinto-mobility.pt;
3. Envie o original da participação para: KINTO Portugal, S.A. Av. Vasco da Gama, 780 4430-247 V.N. Gaia.

A viatura pode circular
Proceda de acordo com os passos 2 e 3 acima descritos. Em posse da participação do sinistro, a KINTO encarrega-se de:

1. Marcar a peritagem da viatura;
2. Controlar o prazo e qualidade da reparação;
3. Acionar a viatura de substituição (se contratada);
4. Informá-lo quando a viatura estiver reparada.

Se existirem feridos:
Contacte imediatamente as autoridades através do número de emergência 112.